CinemaCulturaDestaqueFamososTV

Nara Leão, Maria Bethânia, Ferreira Gullar e as memórias do Grupo Opinião

O lendário Grupo Opinião, criado no Rio de Janeiro, em 1964 — como forma de resistência cultural contra a ditadura militar recém-instaurada no Brasil —, tem sua história contada no documentário “Memórias do Grupo Opinião”, do diretor Paulo Thiago, que agora chega ao Curta!, dividido em três episódios. A trupe do Opinião era composta por artistas que mais tarde fariam parte do panteão das artes brasileiras — entre atores, cantores, escritores e diretores de teatro —, como Nara Leão, Maria Bethânia, João do Vale, Zé Kéti, Paulo Autran, Augusto Boal e Millôr Fernandes.

A produção tem como ponto de partida as atividades que aconteciam no Centro Popular de Cultura, então pertencente à União Nacional dos Estudantes, fechado em 1964 pelo regime militar. Dali saíram artistas que seriam os mentores do Grupo Opinião, como Ferreira Gullar e Oduvaldo Vianna Filho.

A série costura um farto material de arquivo com depoimentos preciosos, mesclando os acontecimentos daquele período turbulento com histórias de bastidores e experiências pessoais. Performances marcantes, sobretudo musicais, ganham roupagem contemporânea em releituras especiais, feitas para o longa por músicos convidados. 

Entre os depoentes, Antônio Pitanga, que relata como o Opinião influenciou a resistência à ditadura na Bahia; Carlos Heitor Cony, que ressalta a importância do movimento para a politização da classe artística da época, e, em destaque, o próprio Ferreira Gullar, que fala sobre o Golpe de 64 e o fim do grupo.  A exibição é na Terça das Artes, 2 de agosto, às 23h30.

A chegada do homem à lua é tema de episódio inédito de ‘Mistérios do Arquivo’

Em 1969, “um pequeno passo para o homem, mas um salto gigantesco para a humanidade” acontecia. A célebre frase, proferida pelo astronauta Neil Armstrong, se deu com a chegada da missão Apollo 11 à lua, diante de mais de 600 milhões de espectadores de todo o mundo. “Ao Vivo da Lua”, episódio inédito da série “Mistérios do Arquivo”, que vem sendo exibida no Curta! e está no Curta!On – Clube de Documentários, mostra os bastidores desse momento histórico.

Em um contexto de disputa tecnológica entre os Estados Unidos e a União Soviética, em meio à Guerra Fria, a nave espacial para a missão à lua foi desenvolvida pela NASA e representou uma grande vitória para o bloco capitalista. Mas, para além das imagens que marcaram gerações e até hoje são constantemente relembradas, fica a pergunta: quem estava filmando? O episódio, dirigido por Alexandre Auque, dedica-se a desvendar esse mistério. A exibição é na Sexta da Sociedade, 5 de agosto, às 23h30.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 01/08 – ANIVERSÁRIO DE NEY MATOGROSSO (81 ANOS)

22h35 – “Ney — À Flor da Pele” (Documentário)
“Ney — À Flor da Pele” é um documentário de longa-metragem centrado no impacto das performances de Ney Matogrosso na cultura brasileira, desde a segunda metade do século XX até a atualidade. Uma antologia audiovisual, toda composta por imagens de arquivo. Direção: Felipe Nepomuceno. Duração: 70 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 02 de agosto, terça-feira, às 02h35 e 16h35; 03 de agosto, quarta-feira, às 10h35; 06 de agosto, sábado, às 22h35; 07 de agosto, domingo, às 16h25.

Terça das Artes (Visuais, Cênicas, Arquitetura e Design) – 02/08

23h30 – “Memórias do Grupo Opinião” (Série) – Episódio 1
A história do Grupo Opinião, uma trupe carioca de teatro criada em 1964 para fazer resistência ao regime militar através de produções artísticas. Considerado a primeira resposta da esquerda à ditadura, o grupo reuniu artistas como Nara Leão, Maria Bethânia, João do Vale e Millôr Fernandes. Duração: 25 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 03 de agosto, quarta-feira, às 03h30 e às 17h30; 04 de agosto, quinta-feira, às 11h30; 06 de agosto, sábado, às 20h; 07 de agosto, domingo, às 10h.

21h – “Segundo Take” (Série) – Ep.: “Santiago, com Esmir Filho”
A série “Segundo Take” tem como proposta recriar cenas antológicas do cinema brasileiro sob o olhar de outros profissionais. A cada episódio, diretores e atores dividem com o público suas paixões cinematográficas e seu processo criativo ao refilmarem uma grande cena. Neste episódio, o diretor Esmir Filho convida a atriz Renata Gaspar para reencenar um trecho de “Santiago” (2007), de João Moreira Salles. O filme, que traz à tona a própria discussão sobre ficção e realidade no fazer documental, ganha uma camada de humor na recriação feita por Esmir e Renata. A atriz, afeita a imitações, se caracteriza como o personagem Santiago do título. Direção: Julia De Simone. Duração: 26 min. Classificação: 12 anos Horários alternativos: 04 de agosto, quinta-feira, às 01h e às 15h; 05 de agosto, sexta-feira, às 09h00; 06 de agosto, sábado, às 19h30; 07 de agosto, domingo, às 09h30.

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 04/08

20h – “Incertezas Críticas” (Série) – Ep. “Ismail Xavier
Ismail Xavier é professor da USP e autor de vários livros sobre a relação entre o cinema e a sociedade, publicados no Brasil e no exterior. Foi professor visitante de universidades nos Estados Unidos, na França e na Argentina, além de conferencista em diversos países. No seu programa, ele faz uma relação entre alegoria, cristianismo e História. Além disso, conecta esses termos com o barroco e com dois importantes filmes de Glauber Rocha: “Deus e o diabo na terra do sol” e “Terra em transe”. Direção: Daniel Augusto Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos:  05 de agosto, sexta-feira, às 0h e às 14h; 06 de agosto, sábado, às 18h; 07 de agosto, domingo, às 08h.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 05/08

23h30 – “Mistérios do Arquivo” (Série) – Episódio: “Ao Vivo da Lua”
Em 22 de julho de 1969, um homem pisou na lua pela primeira vez. Mais de 600 milhões de espectadores tiveram a chance de acompanhar esta fabulosa aventura ao vivo na televisão. Em um contexto de impasses incessantes com os soviéticos, a cobertura midiática da missão Apollo 11 foi brilhantemente orquestrada pela NASA. Não é por acaso que os primeiros passos de Armstrong na lua são filmados e mostrados ao vivo (a lua está a aproximadamente 384.000 km da terra). Mas quem está filmando quando vemos Armstrong descendo a escada e dando seus primeiros passos? Direção: Alexandre Auque. Duração:  30 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 06 de agosto, sábado, às 3h30 e às 10h30; 07 de agosto, domingo, às 18h; 08 de agosto, segunda-feira, às 17h30; 09 de agosto, terça-feira, às 11h30.

Sábado – 06/08

20h30 – “Sérgio Britto – Mestre dos Palcos” (Documentário)
O documentário acompanha as múltiplas facetas do ator e diretor Sérgio Britto, desde os bastidores de companhias de teatro a suas experiências na literatura e na ópera. O ator foi criador do “Grande Teatro Tupi”, programa que fez mais de 450 adaptações de peças teatrais e tinha no elenco atores como Fernanda Montenegro e Ítalo Rossi. Duração: 52 min. Classificação: Livre.

Domingo – 07/08 – ANIVERSÁRIO DE CAETANO VELOSO (80 ANOS)

22h25 – “Uma Noite em 67” (Documentário)
Final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, 21 de outubro de 1967: entre os candidatos aos principais prêmios, figuram Chico Buarque de Hollanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo, protagonista do infame episódio da destruição de seu violão no palco. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas hoje clássicas, o filme registra o momento do Tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos.  Diretores: Renato Terra e Ricardo Calil. Duração: 85 min. Classificação: Livre. 

Sobre o Grupo Curta!

O Grupo Curta! tem como missão a difusão de conteúdos audiovisuais relevantes nas áreas de artes e humanidades, sejam brasileiros ou estrangeiros, através da TV linear (canal CURTA!), de plataformas de streaming de operadoras de telecom e da internet. A curadoria de conteúdos é, portanto, o motor central do grupo e foi uma das que mais aprovaram projetos originais para financiamento da produção pelo Fundo Setorial do Audiovisual: já foram mais de 125 longas documentais e 872 episódios de 77 séries que chegam ao público em primeira mão através de suas janelas de exibição:

O canal Curta!, linear, está presente nas residências de mais de 10 milhões de assinantes de TV paga e pode ser visto nos canais 556 da NET / Claro TV, 75 da Oi TV e 664 da Vivo Fibra, além de em operadoras associadas à NeoTV; 

Curta!On, o novo clube de documentários do Curta!, no NOW da Claro/NET, conta com mais de 450 filmes e episódios de séries documentais, organizadas  por temas de interesse como Música, Artes, MetaCinema, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mitologia e Religião, Sociedade e Pensamento. Há também pastas especiais com novidades – que estreiam a cada mês –, conteúdos originais exclusivos, biografias, além de uma degustação para quem ainda não é assinante do serviço.

Tamanduá TV, plataforma marketplace aberta para qualquer internauta, já reúne mais de quatro mil conteúdos. O usuário pode alugar filmes e séries específicos ou assinar de forma econômica um dos pacotes que contêm conteúdos segmentados por área de interesse: CineBR, CineDocs, CineEuro, CurtaEducação (para professores e estudantes do Ensino Médio e Enem), MetaCinema (para aficcionados e estudantes de Cinema), entre outros.  Os pacotes CineBR, CineDocs e CineEuro são disponibilizados desde 2018 como serviço de valor agregado (SVA) para perto de oito milhões de assinantes de banda larga fixa (ISP) da operadora CLARO, sem custo adicional. 

As atividades do Grupo Curta! também promovem a geração de royalties para produtores audiovisuais independentes, com a exploração de seus direitos audiovisuais nas diferentes janelas de streaming. O pacotes Cines da Tamandua TV e do Curta!ON estão repassando anualmente mais de R$ 1,5 milhão de reais em royalties para os produtores dos conteúdos que difunde.

You may also like

More in:Cinema

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.