CulturaErika OliveiraMúsicaÚltimas MelodiasÚltimas Notícias

De Justin Bieber à Mart’nália; Filipe Ret e trilha sonora do filme Her, leia e ouça os lançamentos da semana

Justin Bieber – Justice (POP)

Divulgação


Lançado em 19 de março, Bieber mostra maturidade em seu novo trabalho, contraposto ao dançante e pop Changes (2020). Buscando abordar temas sociais, o disco se inicia com fala de Martin Luther King (ativista dos direitos civis dos afro-americanos, assassinado em 1968) na canção “2 Much”. O jovem canadense também faz menção a temas de sua vida pessoal e mantém seu romantismo – já conhecido – em outras canções como “Off my Face”, “Unstable” e “Hold On”. Além do disco, o cantor lançou no mesmo dia o videoclipe de “Peaches”, contando com a participação de Daniel Caesar e do cantor e compositor Giveon.


Mart’nália – Sou Assim Até Mudar (SAMBA, MPB)

Divulgação

“A minha morena me vira a cabeça / seu jeito de andar sacrifica meu sono (…)”, assim se inicia a faixa Morena; e disco Sou Assim até Mudar, recente trabalho da cantora e compositora Mart’nália. Também lançado na última sexta-feira (19), a percussionista continua o disco em um samba romântico que segue uma narrativa de exaltação da pessoa amada que remetem à uma personagem feminina: vide as canções “Chamego Bom”, “17 de Janeiro”, “Bom Demais” e “Suburbano Blues”, sendo esta última uma canção que foge do samba e flerta – de um jeito brasileiro – com outros estilos, como o R&B e o próprio Blues.

Lana Del Rey – Chemtrails Over The Country Club (INDIE POP)

Divulgação

Ainda na última sexta, a norte-americana Lana Del Rey lançou oficialmente nas plataformas digitais o seu sétimo disco Chemtrails Over The Country Club, trabalho que “vazou” na internet e teve seu download ilegal nas últimas semanas. Confortável, Del Rey não inova e o disco contém onze faixas de puro Indie Pop e Folk com melodias tristes que combinam com sua voz baixa e tranquila. Ela também lançou no YouTube um videoclipe para a faixa “White Dress”; e o disco também tem a participação das cantoras Weyes Blood e Zella day, na canção “For Free”, cover de Joni Mitchell, original do disco Ladies of the Canyon (1970).

Filipe Ret – Imaterial (RAP, HIP HOP E TRAP)

Divulgação

O EP do rapper carioca chegou às plataformas na quinta-feira (18). Numa narrativa onde o eu lírico explana em catarse seus conflitos pessoais relacionados aos acontecimentos ao seu redor, as cinco faixas do trabalho falam brevemente – todas as faixas não passam de três minutos – de temas que vão desde às injustiças sociais do eu lírico e formas de lidar com as lutas presentes no cotidiano. Todas as músicas de Imaterial também ganharam videoclipes que podem ser assistidos em seu canal no Youtube.

Alok, Matheus e Kauan – Tu (POP NACIONAL E BRAZILIAN BASS)

Divulgação

Inovando ao casar uma canção de eletrônica ao duo do sertanejo, o DJ Alok lançou junto à dupla Matheus e Kauan o single “Tu”. A faixa dançante e animada da parceria, tem um refrão “chiclete” que vale à pena conferir.

Arcade Fire – Her (INDIE ROCK, TRILHA SONORA)

Divulgação

Produzido junto ao compositor e violinista Owen Pallett, o trabalho originalmente foi desenvolvido para o filme homônimo Her (PT-Bra: Ela) do diretor Spike Jonze, lançado em 2014. Entretanto, a banda de indie rock Arcade Fire surpreendeu os fãs esta semana ao lançar oficialmente a trilha sonora em suas plataformas digitais. Com canções presentes no filme, o disco é composto de instrumentais com melodias calmas unindo o piano e o violino
de Pallett. Fãs do aclamado filme irão aprovar a obra.

After Hours – The Weeknd (R&B, aniversariante da semana)

Divulgação

Disco que era considerado o favorito ao Grammy de 2020 (onde sofreu um duro boicote da premiação, ao não ser indicado em nenhuma categoria), After Hours completou no sábado (20) um ano de seu lançamento. Aclamada obra do cantor canadense, o álbum contém quatorze faixas inovadoras que falam de desilusões amorosas enquanto misturam o R&B ao electropop dos anos 80. Tido até então como um dos melhores discos do artista, The Weeknd comemorou o aniversário de seu último trabalho em seu Twitter, além de na última semana fazer declarações The New York Times prometendo boicote ao Grammy Awards.

Erika Oliveira – estudante de jornalismo

You may also like

More in:Cultura

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *