Fonte: Thinkstock / Jupiterimages
ComportamentoCulturaDestaqueJanice MansurLiteraturaSensações & Percepções

Gosto de me surpreender de mim

Gosto de me surpreender de mim

de acordar de barriga para cima em vez de de lado

de rir feito criança de uma asneira que ia dizer e não disse

de me ausentar em meus devaneios mesmo que meu corpo

sinta o calor do verão ali

Gosto de me desvencilhar das armadilhas que eu mesma crio

de me substituir por outra quando essa não aguenta o rojão

de me travestir e brincar de faz de conta

para relaxar um pouco e me divertir,

por que não?

Gosto de ser aquela que acolhe sem pensar no acolhimento

mas que colhe simplesmente porque doou

e não se importou com o pagamento

gosto de ser aquela que viaja na alma

e com calma refaz percursos para entender o que sente

e não precisar mais se explicar

nem para si mesma

Gosto de me reinventar e me deparar com meus paradoxos

absurdos que pululam pelo pântano de minhas curvas

e pulam como sapos coaxando em noites de lua

Gosto de derrapagens controladas

que trazem frio na espinha

mas não me tiram do centro

não estilhaçam meus cacos pelas ruas

Gosto da desordem ordenada de minhas descobertas

que me alimentam nos dias frios

onde posso estar despida de meus medos

onde posso estar completamente incompleta

Gosto do delírio sem ópio nem álcool

aquele em que me desnudo em silêncio

que mergulho no fundo

e ao subir

saio respirando melhor

Gosto das verdades mais simples

do sorriso da criança que aprende

da existência de seres não presentes

da vida que habita as fantasias

Gosto de me surpreender de mim

em cada virada de esquina

em cada pulsar da luz do dia

em cada som que reverbera no ar

e fala que posso ir

simplesmente

sendo assim.


Janice Mansur é escritora, professora, revisora de tradução,

criadora de conteúdo e psicoterapeuta (atendendo online).

Canal do Youtube: BETTER & Happier Instagram: @janice_mansur

Imagens: Shutterstock

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.