person holding pen pointing at graph
Photo by Lukas on Pexels.com
DestaqueEconomiaJonas RochaNegóciosNova Economia

Empresas Inteligentes

Há uma tendência, que cresce de forma exponencial, de coletar e tratar dados dentro de empresas, mas quais dados realmente devem ser coletados, guardados e tratados pelas empresas?

Uma empresa inteligente buscará entender quais os dados relevantes para o impacto do lucro de suas organizações no curto, médio e longo prazo. Coletar dados de forma indiscriminada e sem um propósito, aumenta os riscos para a organização, no caso de vazamentos de dados, além de aumentar os custos de coletar, armazenamento e mineração desses dados.

Antes de coletar dados de forma indiscriminada a empresa precisa compreender seu core business para coletar informações que sejam relevantes, ou pelo menos tratar no momento somente os dados relevantes, sem perder tempo com informações que não causarão nenhum impacto financeiro para a empresa.

Fala-se em Business Intelligence e Business Analytics há alguns anos, mas agora vemos a importância de se falar em Lean Analytics, e quanto mais dados gerarmos e formos capazes de coletar, maior será a importância das técnicas de Lean aplicadas ao Analytics. No futuro as empresas que iram se sobressair na coleta e tratamento de dados, não serão aquelas que coletam e tratam mais dados, mas as que sabem quais dados coletar e tratar.

Para concluir este pequeno artigo saliento que para que uma empresa seja inteligente e tenha a possibilidade de utilizar o Lean Analytics de forma eficiente ela precisará conhecer bem seu propósito e seus clientes, para só então compreender quais dados são relevantes para o crescimento da organização.


Jonas Rocha

Consultor Empresarial

You may also like

More in:Destaque

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.