Como aplicar um funil em Y e vender bastante com seus e-mails

12 min. leitura
Email inbox message list online interface

Para que as vendas de um negócio possam subir, é preciso olhar com atenção para uma série de ferramentas e estratégias que devem ser adotadas para que tal comércio possa crescer dentro do seu segmento, usando de um funil de vendas e outras práticas.

E essa é uma realidade a ser compartilhada pelos mais diferentes tipos de empresas, tanto para aquelas que atuam no campo digital como para os serviços mais tradicionais do mercado, mas que seguem tendo sua relevância, assim como seus desafios e benefícios.

A própria questão do aumento em seu número de vendas é algo a ser compartilhado por praticamente todo perfil de mercado, sendo um objetivo que conversa com muitos outros benefícios, o que faz com que seja o principal propósito a ser disputado entre as empresas.

É a partir do aumento em seu número de vendas que uma rede de gráficas em Campinas pode até mesmo ampliar suas atividades para muitas outras partes do país, sendo preciso contar com bons números de venda para atingir o capital necessário para tal investimento.

Quanto maior for o espaço a ser conquistado, maiores podem ser até mesmo os seus resultados em relação ao seu índice de vendas, sendo importante acompanhar essa performance já que um bom rendimento comercial pode levar a benefícios ainda maiores.

Um exemplo disso está na forma em que um cliente bem satisfeito é capaz tanto de voltar a comprar como a recomendar esse produto ou serviço às pessoas ao seu redor, criando assim um movimento de crescimento contínuo para um negócio, aumentando o seu valor.

E por coisas assim que a performance de vendas de cada time de uma empresa costuma ser incentivada por um negócio, oferecendo benefícios, recompensas, até um troféu em acrílico para as equipes que conquistem mais compras, incentivando números maiores.

Mas para que esse tipo de performance seja conquistada, não basta somente exigir por um maior número de vendas, é preciso adotar o uso de ferramentas e práticas que foram criadas pelo marketing justamente para ter acesso a esse melhor desempenho.

Uma das táticas que podem ser úteis nesse sentido é o uso de um funil de vendas, sendo essa uma ferramenta tão popular no mercado que até mesmo outras versões estejam surgindo no meio comercial, acompanhando a flexibilidade do mercado e do público.

O que é um funil de vendas?

A função geral de um funil é transferir um elemento de um espaço para outro, mantendo um controle dentro desse processo, para que não ocorra até mesmo uma possível perda durante esse procedimento, como um líquido a ser levado de um balde para uma garrafa.

Essa função de afunilamento é o que destaca a composição de um funil de vendas, sendo essa uma estratégia que garante com que de um grande número de público seja possível encontrar aqueles que de fato virão a se tornar clientes de um empreendimento.

Uma estratégia de grande importância para garantir com que uma empresa tenha um maior contato com o seu perfil de clientes, conseguindo encontrar essa audiência dentro de um espaço maior, aumentando assim a performance de uma empresa, seja qual for sua área.

E é graças ao sucesso desse tipo de prática que podemos ver ela sendo aplicada nos mais diferentes perfis de negócio, indo desde a venda de cola para acrílico até as atividades de uma restaurante de fast-food, ambos estando em busca de encontrar pelo seu público-alvo.

Mas para que um funil de vendas funcione corretamente é preciso considerar todas as etapas que fazem parte desse tipo de ferramenta, o que inclui:

  • Atração;
  • Conversão;
  • Venda;
  • Fidelização.

Objetivos esses que se dividem dentro da formação de um funil de vendas em três espaços distintos.

Topo do funil: fase de atração

Essa etapa é a que envolve o público geral a ser atingido por um anúncio ou qualquer outro tipo de conteúdo. O mais indicado nessa fase é justamente conquistar a maior audiência possível, para que dentro desse público amplo seja possível visualizar boas oportunidades.

Nessa fase é indicado falar sobre temas gerais, assim como levantar para os usuários um certo interesse sobre um assunto em particular ou até mesmo garantir uma compreensão acerca de possíveis problemas que possam vir a ser resolvidos mais na frente.

Meio do funil: fase de conversão

Após esse contato inicial, é possível dar continuidade à relação com uma audiência, fazendo assim com que a apresentação de um produto, como uma tinta vinílica, possa se destacar como a solução para quem precisa cuidar do piso de um estacionamento ou pátio.

Nessa fase do funil é indicado ter uma comunicação um pouco mais direta, destacando os benefícios de um produto, serviço ou marca, garantindo assim com que uma audiência possa vir a se converter em clientes, aumentando assim os resultados dessa companhia.

Fundo do funil: fase de venda e fidelização

É chegado o momento de colocar à prova se a relação criada com o seu público é forte o suficiente, partindo então para a finalização de uma venda.

É normal que o número de pessoas que cheguem nessa etapa seja menor em relação aos outros, no entanto, caso uma estratégia de funil de vendas seja bem aplicada, é possível garantir com que todos que cheguem nessa etapa saiam daí como clientes.

Ao aplicar de forma correta esse funil, é possível taxar os participantes com clientes a serem conquistados, tal como uma pulseira de identificação infantil usada em um berçário, ajudando uma empresa a identificar quais são os seus possíveis consumidores.

Mas a relação com o público não deve terminar com a finalização da venda, sendo importante manter contato com tal audiência para garantir o seu retorno, levando assim uma performance cada vez maior por parte de um empreendimento.

É por causa desse auxílio nas vendas que um funil de vendas pode ser visto sendo aplicado nos mais diferentes segmentos do comércio, do físico ao digital. Mas assim como a sociedade e o mercado evoluem, o mesmo acontece com um funil de vendas.

Baseado nisso, é indicado apresentar um novo formato, que é conhecido como um funil em Y.

Como funciona esse novo modelo de funil de vendas?

O funil de vendas em Y recebe esse nome por causa do seu formato, com duas entradas de público levando a um só caminho, que é a conclusão de uma venda. Essas duas trajetórias são percorridas pelo que chamamos de outbound e inbound marketing.

O primeiro está associado ao marketing mais tradicional, tal como aquele usado por uma fábrica de bloco de concreto, onde é feito um destaque em cima do produto a ser oferecido, usando estratégias de venda e de comunicação para obter essa conquista.

Por outro lado, o outbound marketing já lida com uma tática diferente, onde o objetivo não é ir até o público, mas sim atraí-lo, o que faz ele ser conhecido popularmente também como o marketing de atração, uma tática que usa de conteúdos para garantir a atenção do público.

Seja qual for a origem dessa audiência, é importante que ela seja levada até a conclusão de uma venda, garantindo assim o sucesso desse tipo de ferramenta, seja em seu formato de Y ou aquele tradicional, que pode ser visto até mesmo com uma representação triangular.

Agora, caso além do outbound marketing você esteja interessado em investir na função inbound, trazendo uma maior atenção para itens específicos, como um poste de ferro galvanizado, aí a solução pode investir em uma comunicação especial, via e-mail.

Trabalhando conteúdos via e-mail marketing

Ao adotar uma estratégia de e-mail, torna-se mais fácil para uma empresa se conectar com possíveis clientes, tendo assim uma conexão personalizada, que pode facilitar no processo de conquista de novos consumidores para uma companhia.

Para tanto é importante começar pela definição de toda a trajetória de compra a ser finalizada, identificando cada ponto de contato que pode fazer com que um indivíduo passe de uma etapa para outra dentro de um funil de vendas.

Para que essa passagem ocorra da melhor forma possível, é importante conhecer a fundo as características dessa audiência, facilitando a produção de conteúdos voltados a esse público, conseguindo algo que vá além da sua atenção, incentivando uma compra.

Dentro de um funil em Y, é importante conhecer qual o momento de reunir tanto os clientes conquistado por meio do inbound como do outbound marketing, passando a enviar um modelo de e-mail mais direcionado à venda para ambos os grupos conectados.

Com essa realidade é possível garantir novas vendas em cima dos mais variados tipos de produtos e serviços, desde fitilhos para decoração, até a equipamentos a serem usados na indústria.

O mais importante é saber como utilizar da melhor forma o seu funil de vendas, identificando tanto o momento em que um novo cliente foi conquistado, como também o momento de desistir de alguém que poderá não se tornar nesse tipo de consumidor.

De forma geral, é relevante conhecer o seu público de perto, para assim usar das melhores ferramentas para conquistá-lo, o que pode incluir uma combinação entre o e-mail marketing e um funil de vendas em Y.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário
Cadernos
Institucional
Colunistas
andrea ladislau
Saúde Mental
Avatar photo
Exposição de Arte
Avatar photo
A Linguagem dos Afetos
Avatar photo
WorldEd School
Avatar photo
Sensações e Percepções
Marcelo Calone
The Boss of Boss
Avatar photo
Acidente de Trabalho
Avatar photo
Prosa & Verso