7 dicas para aprender um novo idioma em 6 meses

Professora de francês dá dicas práticas para quem quer estudar

4 min. leitura

Aprender uma nova língua pode parecer um bicho de sete cabeças, ainda mais se você precisar fazer isso em pouco tempo. Apesar de parecer impossível, de acordo com Jana Schmidt, professora do “Francês com Mademoiselle” nas redes sociais, com algumas dicas o desejo torna-se realidade.

“Aprender um novo idioma em 6 meses é um desafio, mas é possível com dedicação e uma abordagem eficaz”, explica Jana. Ela garante que, seguindo algumas dicas, aprender um novo idioma é possível mesmo dentro de 6 meses. Ela separou 7 dicas para botar em prática e fazer acontecer. Confira!

  1. Comprometimento diário

Reserve pelo menos 30 minutos a uma hora todos os dias para estudar francês. Use aplicativos como Duolingo, Babbel ou Rosetta Stone para prática diária. Esses

aplicativos não te levam para a fluência, mas ajudam a conquistar a constância,

fundamental para aprender qualquer idioma em 6 meses.

  1. Aulas Online

Inscreva-se em cursos online ou assista a aulas no YouTube para ter uma base sólida. 

  1. Imersão no Idioma

Mude o idioma do seu celular, redes sociais e dispositivos eletrônicos para a língua que quer aprender. Assista a filmes, séries e vídeos, inicialmente com legendas em português e,

gradualmente, com legendas na outra língua.

  1. Conversação

Pratique com falantes nativos, seja por meio de intercâmbios linguísticos ou aplicativos como Tandem.Participe de grupos de conversação online do seu curso de idiomas, se tiver.

  1. Faça cópias (à mão ou digitadas)

Faça cópias de exercícios e pratique a escrita regularmente. Copie de tudo: artigos de jornais, revistas, críticas de livros, de cinema. A cópia ajuda muito a melhorar a ortografia e a perceber a estrutura de frases e vocabulário. 

  1. Música e Podcasts

Ouça músicas e podcasts no idioma para desenvolver a compreensão auditiva. Faça da letra das músicas parte de seu material de estudo.

  1. Simulação de Situações Reais

Pratique diálogos com situações do cotidiano como pedir comida, dar direções, etc. Imagine-se em situações reais e responda na língua que está estudando.

“Trazer a língua para nossas atividades do cotidiano pode ajudar e muito na assimilação do conteúdo, no processo de aprendizagem”, reforça Jana. Então, lembre-se de ajustar esta rotina conforme sua disponibilidade e preferências. A chave é a consistência e a variedade de métodos para manter o aprendizado interessante e eficaz. 

Bonne chance ! (Boa sorte!)

Sobre Jana Schmidt

Professora de francês, certificada pelo CEFLE como professora de língua estrangeira, em Quebec no Canadá, com especialização em Programação Neurolinguística (PNL) pela Psynapse (École de Psychothérapie), em Lyon, França. Fundadora do projeto Francês com Mademoiselle (FCM), que tem como objetivo compartilhar o ensino do francês com todas as pessoas que desejam realizar o sonho de se tornarem fluentes nesse idioma. Produtora de conteúdos digitais para as redes sociais YouTube, Instagram, Facebook e TikTok, onde se encontra como “Francês com Mademoiselle”.

MARCADO:
Deixe um comentário
Cadernos
Institucional
Colunistas
andrea ladislau
Saúde Mental
Avatar photo
Exposição de Arte
Avatar photo
A Linguagem dos Afetos
Avatar photo
WorldEd School
Avatar photo
Sensações e Percepções
Marcelo Calone
The Boss of Boss
Avatar photo
Acidente de Trabalho
Avatar photo
Prosa & Verso