Fernando Caruso protagoniza o longa ‘Cansei de Ser Nerd’

Com direção de Gualter Pupo e produção da Hungry Man e A Fábrica, filme começa a ser rodado hoje, no Rio de Janeiro

12 min. leitura

“Cansei de Ser Nerd”, primeiro longa-metragem dirigido pelo consagrado diretor de arte Gualter Pupo (“Bufo & Spallanzani”, “Gêmeas”, “Chatô”), também marca a estreia do ator Fernando Caruso (“Vai Que Cola – O Filme”, “Não Vamos Pagar Nada”) como protagonista no cinema. O filme, que começa a ser rodado hoje, 9 de novembro, no Rio de Janeiro, tem produção da Hungry Man e A Fábrica, com coprodução da Paramount Pictures e do Telecine.

Na comédia, repleta de referências icônicas do mundo geek e situações surreais, Caruso interpreta Aírton, um nerd que, nos tempos da faculdade, foi acusado injustamente pelo sumiço e suposto assassinato de uma colega e chegou a ficar preso por 10 dias. Agora, 20 anos depois, Aírton convence o melhor amigo, Ulisses (Pedro Benevides) – que é apaixonado pela sua mãe, Dona Têca (Cissa Guimarães) – a ir com ele à festa de reencontro da turma da graduação, num casarão. Ir a esse evento é um ato de coragem e ele está disposto a enfrentar todas as suas inseguranças, angústias e fantasmas que assombram seu passado. Além de rever Juliana (Bia Guedes), o grande amor de sua vida.

É a redenção de quem viveu a vida toda sendo vítima de bullying e preconceito. E, como pano de fundo, tem também uma história de amor“, diz o diretor, Gualter Pupo. O argumento original é de Renato Fagundes, que assina o roteiro junto com Taisa DamusLuiz Noronha e Gualter Pupo. Na festa, Aírton e Ulisses reencontram os integrantes da banda mais popular da universidade. Entre eles Charles, o inescrupuloso líder do grupo, que é interpretado por João Velho. Durante o evento, Aírton vai reviver a paixão por Juliana e, ao mesmo tempo, tentar provar que é inocente no caso pelo qual foi suspeito. A trama que ele precisa desvendar envolve uma seita muito louca de jovens que veneram um alienígena e sacrificam humanos. Também estão no elenco Thais Belchior (Beth), Ana Carolina Sauwen (Amanda), Thaina Gallo (Fernanda), Paulo Verlings (Plínio), Marcelo Olinto (DJ Elton) e Bel Kutner, que faz uma participação especial no papel da ríspida e exigente mãe de Charles, que sonhava que o filho fosse um gênio e vivia jogando na cara dele que o Aírton, sim, era brilhante. 

Gualter Pupo traz referências das mais diversas ao filme, desde a estética vanguardista do cineasta chileno Alejandro Jodorowsky até a obra do diretor italiano Dario Argento, passando pelo surrealismo do filme “ Quero Ser John Malkovich”, pelo humor “lunático” do britânico Rowan Atkinson, por Bruce Lee e Tarantino e pelo cinema nonsense do francês Quentin Dupieux, “Stranger Things” e pela premiada comédia Sci-Fi “Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo” , dirigida por Daniel Kwan e Daniel Scheinert. Sem esquecer dos filmes “Scott Pilgrim contra o Mundo” e “Shan of the Dead”, ambos de Edgar Wright.

“É uma comédia romântica de situação com terror vaudeville, lutas marciais e até um número musical. Quero fazer um filme original, divertido e cheio de metáforas. Uma homenagem ao cinema e ao mundo geek. É Scooby-Doo na veia”, diverte-se Gualter Pupo, que assina o conceito do filme junto com Marcus Wagner, designer e criador do conceituado Baile do Sarongue. A direção de fotografia é de Gustavo Hadba, a direção de arte, de Fernanda Teixeira, o figurino, de Roberta Pupo, e a trilha, de Berna Ceppas. O diretor assistente Marcello Bosshard é responsável pela preparação do elenco e a caracterização é de Manu Monteiro. O elenco teve preparação para as cenas de luta com Flavio Almendra, presidente da Associação Brasileira de Muay Thai e de dança, com o coreógrafo Paulo Mazzoni.

fernando
Gualter Pupo (no centro, de camisa preta) rodeado da equipe e do elenco na leitura de roteiro do filme. Foto: Mariana Vianna

Para Fernando Caruso, que é nerd de carteirinha, o personagem caiu como uma luva. “É muito difícil diferenciar o Aírton de mim. Ele seria eu, mas sem as ferramentas que transformaram minha vida: a comédia e o humor, que são instrumentos de socialização que me ajudam muito a participar de conversas, fazer amizades. Aírton depende muito dos poucos amigos dele, não sabe interagir com outros grupos. Eu sei colocar meu lado nerd na manga quando vou conversar com outras pessoas, o Aírton não sabe disfarçar nada. Todas as referências dele são nerd”, diz.

Ambientado quase inteiramente durante a festa de reencontro da faculdade, o longa será rodado em três semanas no bairro de Santa Teresa, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Serão três semanas de filmagem e a pós-produção deve ser iniciada já em dezembro deste ano, com previsão de finalização em junho de 2024, com distribuição da H2O Films. 

Sinopse: 

Nerd inveterado, Aírton foi o principal suspeito do sumiço e suposto assassinato de uma colega, nos tempos da faculdade. Hoje, 20 anos depois, ele decide reencontrar toda a turma na festa de reencontro da graduação para, enfim, provar sua inocência. Mais que isso, ele planeja revelar que os “populares”, hoje integrantes de uma banda new wave de sucesso, são os verdadeiros culpados pela morte da estudante. E, pior, que eles a mataram em um ritual em busca de fama. Convicto disso, Aírton intima seu grande amigo e aliado, Ulisses, para ir com ele. O plano está armado: desmascarar uma seita bem louca, provar sua inocência e recuperar o amor de Juliana, sua grande paixão. 

Elenco:  

Fernando Caruso (Aírton)

Bia Guedes (Juliana)

Pedro Benevides (Ulisses)

João Velho (Charles)

Thais Belchior (Beth)

Ana Carolina Sauwen (Amanda)

Thaina Gallo (Fernanda)

Paulo Verlings (Plínio)

Marcelo Olinto (DJ Elton Dion)

Taisa Damous (Cristal)

Participações especiais: 

Cissa Guimarães (Dona Têca)

Bel Kutner (Mãe do Charles)

Ficha técnica:

Direção – Gualter Pupo

Argumento original – Renato Fagundes

Roteiro – Renato Fagundes, Taisa Damous, Luiz Noronha, Gualter Pupo

Conceito – Marcus Wagner, Gualter Pupo

Produtores – Alex Mehedff, Gualter Pupo, JC Feyer e Luiz Noronha

Produção Executiva – Alex Mehedff, Mário Diamante

Line Producer (Produtora Delegada) – Fernanda Kalume

1a Assistente de Direção – Renata Schiavini

Diretor Assistente – Marcello Bosschar

Direção de Fotografia – Gustavo Hadba

Gaffer – Edu K

Direção de Arte – Fernanda Teixeira

Figurino – Roberta Pupo

Direção de Produção – Mateus Galvao

Caracterização – Manu Monteiro

Trilha Sonora – Berna Ceppas

Produção – Hungry Man e A Fábrica

Coprodução – Paramount Pictures e Telecine

Distribuição – H2O Films

Sobre o diretor, Gualter Pupo

Com mais de 15 anos de experiência como designer de produção para alguns dos maiores e mais brilhantes diretores da indústria no Brasil, Gualter desenvolveu projetos em diversas áreas, para as artes, como cinema, animação, pós-produção, videoclipes, curtas-metragens, teatro, concertos e design gráfico. Assinou a direção de arte de filmes como “Bufo & Spallanzani”, de Flávio R. Tambellini; “Gêmeas”, de Andrucha Waddington; e “Chatô”, de Guilherme Fontes, entre outros. 

Gualter começou a dirigir programas de TV em 2016, criando e dirigindo “Terminadores” , para a Band, TNT e Netflix. Com com Paulo Tiefenthaler, Laila Zaid, Daniel Furlan e Stella Miranda, a série é uma comédia sobre um escritório que termina relacionamentos pessoais para clientes que não sabem fazer isso sozinhos.

Entre 2017 e 2018 dirigiu duas temporadas de “Procurando Casseta & Planeta”, programa de comédia para o MultiShow. Em 2019, foi produtor executivo de “Arcanjo Renegado”, do GloboPlay.

Hungry Man

Formada pela sociedade de Alex Mehedff, JC Feyer, Gualter Pupo e Bryan Buckley, a Hungry Man também recebeu diversas indicações ao Emmy Internacional. Em 2014 e 2020, o escritório americano recebeu duas indicações ao Oscar na categoria Melhor curta-metragem. Hoje, a produtora tem operações em São Paulo, Rio de Janeiro, Nova York, Los Angeles e Londres.

A Fábrica

Desde a sua formação em 2016, A Fábrica, agora uma divisão da Banijay Americas, uma criadora e produtora líder em conteúdo de entretenimento, composta por produtoras nos Estados Unidos e em toda a América Latina, se estabeleceu como líder em conteúdo roteirizado de alta qualidade no Brasil. Liderada pelos sócios Luiz Noronha, Renato Fagundes, Cecilia Grosso, Samanta Moraes e Alberto Elias, a empresa produziu muitas das melhores séries e filmes roteirizados do país para tv, cinema e plataformas de streaming. Entre sua lista de títulos estão: “Minha Vida em Marte”, “Modo Avião”, “Pai em Dobro”, “Lulli”, “Barba Cabelo & Bigode”, “Galera FC”, “Sem Filtro”, o documentário “Filho da Mãe” e o especial de ano novo “Feliz Ano Novo de Novo”, recentemente “A Divisão”, “União Instável” além de “Vai Que Cola”, a comédia de TV por assinatura de maior audiência do Brasil. www.afabrica.etc.br

Paramount Pictures

A Paramount Pictures Brasil atua no mercado audiovisual no Brasil desde 1916 com foco no seu conteúdo original, mas também fomenta e apoia o desenvolvimento do cinema brasileiro investindo em conteúdo local. A distribuidora foi responsável pela distribuição de clássicos nacionais, como “Vinicius” (2005), “Tropa de Elite” (2007), “Última Parada 174” (2008), “Homem do Futuro” (2011) e “Raul – O início, o Fim e o Meio” (2012) pra citar alguns. Hoje o estúdio atua como coprodutor de diversas produções nacionais, como “Os Homens São de Marte” (2014), “Loucas pra Casar” (2015), “O Shaolin do Sertão” (2016), “Minha Mãe é uma Peça 2” (2016), “Minha Mãe é uma Peça 3” (2019), “Turma da Mônica – Laços” (2019), “Turma da Mônica – Lições” (2021) entre outros.

Telecine

Com 30 anos de programação dedicada ao cinema, o Telecine possui o maior catálogo de filmes do país, construído a partir de curadoria altamente especializada. O acervo contempla a pluralidade da indústria e reúne clássicos de grandes estúdios, do mercado independente e nacional; além de franquias de sucesso e lançamentos exclusivos. Ao longo dos anos, o Telecine ampliou a sua capilaridade de distribuição, permitindo que o assinante consuma em um só local o catálogo completo de filmes e acompanhe, em simulcasting, os seis canais lineares: Premium, Touch, Action, Pipoca, Cult e Fun. É assim que a marca especialista em cinema promove experiências para o público ter o ‘Seu Momento Cinema’ como, quando e onde quiser.

Deixe um comentário
Cadernos
Institucional
Colunistas
andrea ladislau
Saúde Mental
Avatar photo
Exposição de Arte
Avatar photo
A Linguagem dos Afetos
Avatar photo
WorldEd School
Avatar photo
Sensações e Percepções
Marcelo Calone
The Boss of Boss
Avatar photo
Acidente de Trabalho
Avatar photo
Prosa & Verso