Com Maria, Natália Deodato, Milhem Cortaz e Otto, “Bandida: a número um da Rocinha” encerra filmagens

6 min. leitura
Maria - Crédito Karyme França

Terminaram as filmagens de “Bandida: a Número um da Rocinha”, longa-metragem dirigido por João Wainer (“A Jaula”). A ficção foi rodada ao longo de cinco semanas no Pavão-Pavãozinho, comunidade na zona sul do Rio de Janeiro, e na comunidade Cascatinha, em Vargem Grande, na zona oeste. O filme oferece um mergulho na violência urbana da cidade nos anos 1980. A produção é da Paris Entretenimento, em coprodução com TX Filmes, Claro, Telecine, e apoio da Riofilme. A Paris Filmes assina a distribuição, com previsão de estreia nos cinemas para 2023. 

A atriz e cantora Maria, que foi criada na comunidade da Cidade Alta, em Cordovil, na zona norte do Rio, estreia nos cinemas como protagonista do longa-metragem. Narrado em primeira pessoa, o filme acompanha a trajetória de Rebeca, que aos nove anos é vendida pela avó para um bicheiro que mandava na comunidade. Ela acompanha de perto a mudança de poder – tomado pelo tráfico, – e se torna mulher do chefe do crime, Pará (Jean Amorim). Depois da morte do marido, torna-se a chefe da quadrilha. Uma rotina de crimes, violência, drogas e amor. 

Me sinto honrada em estrear nos cinemas com uma equipe e elenco tão incríveis. Foram semanas intensas e o processo se tornou muito mais leve trabalhando com pessoas boas e ótimos profissionais. Só tenho a agradecer”, afirma Maria. “Termino as filmagens com um sentimento de realização e a certeza de que me entreguei de corpo e alma para esse projeto, mesmo que exista um frio na barriga de não saber qual vai ser o resultado final. Mas sem dúvida alguma, fará jus ao que foi esse set: repleto de afeto e parceria”. 

Maria estreia como protagonista em um longa de ficção interpretando Rebeca, chefe do tráfico de drogas

A Maria é uma potência. Uma grande atriz, extremamente focada e com um grau de concentração absurdo. Eu brincava dizendo que ela é o tipo de jogadora que não amarela em jogo grande, brilha mais quando chega na final do campeonato”, elogia o diretor João Wainer. “Quanto mais difícil a cena, mais concentrada ela ficava e acertava quase sempre de primeira. Foi um prazer e uma honra dirigi-la nesse filme em que ela faz sua primeira protagonista. As pessoas vão levar um susto com a força desse personagem”. 

Milhem Cortaz interpreta o bicheiro Seu Amoroso

O elenco de “Bandida: a Número um da Rocinha” conta também com Milhem Cortaz, interpretando Seu Amoroso, bicheiro da comunidade, Wilson Rabelo (“Bacurau”), MC Marechal, JP Rufino, Natália Lage, Natália Deodato, Thaís Gullin, entre outros. A jovem Michely Gabriely, influenciadora digital do perfil @filhasiincera, que tem mais de 3 milhões de seguidores no Tik Tok, faz sua estreia nos cinemas vivendo Rebeca quando criança. O longa conta com a participação do cantor Otto, na pele do traficante Del Rey da Rocinha. O roteiro é assinado por Patricia Andrade, Cesar Gananian, João Wainer e Thais Nunes. O filme é baseado no livro “A Número Um”, da escritora Raquel de Oliveira.

Natália Deodato e Maria nos bastidores das filmagens de “Bandida”

Sinopse: 

Aos nove anos, Rebeca é vendida por sua avó para o bicheiro que comandava a Rocinha. Disputada por bicheiros e traficantes, a comunidade passa por mudanças de poder. Rebeca vira mulher do traficante chefe e, com a morte do parceiro, sua sucessora. A eletrizante trajetória de crime, violência, drogas e amor de uma mulher chefe do tráfico na Rocinha, no Rio de Janeiro dos anos 1980. 

Elenco:  

Rebeca (Maria)

Pará (Jean Amorim)

Boca Mole (Sant)

Carcará (João Vitor Nascimento)

Cara Murcha (Jorge Hissa)

Zildo (Wilson Rabelo)

Seu Amoroso (Milhem Cortaz)

Beto Bolado (MC Marechal)

Menor B (JP Rufino)

Joana (Natália Lage)

Gigi (Natália Deodato)

Saurio (Paulo Guidelly)

Trakinas (Jeckie Brown)

Zefa (Jessica Barbosa)

Del Rey (Otto)

Carlos (Vitor Feitosa)

Mãe Ester (Mãe Rita)

Soldado Sales (Pierre Santos)

Zé (Maurício Soca)

Maria (Fatima Domingues)

Sargento Rubens (Zé Mario Farias)

Pai da Rebeca (Julio Adrião)

Gigante (Evaldo Macarrão)

Feliciano (Antônio Benício)

Madame (Thais Gulin)

Alemão (Kelner Macedo)

Exu (Demerson D’alvaro)

Seu Antônio (Marcelo Mello)

Rebeca criança (Michely Gabriely)

Ficha técnica:

Direção: João Wainer

Roteiro: Patricia Andrade, Cesar Gananian, João Wainer, Thais Nunes

Direção de Fotografia: Miguel Vassy

Direção de Arte:  Monica Delfino

Direção de Produção: Tim Maia

Produção de Elenco: Monica Nega

Figurino: Bella Cardoso

Maquiagem: Sonia

Produção Executiva: Camila Villas Boas, Mariana Marcondes

Produção: Márcio Fraccaroli, André Fraccaroli, Veronica Stumpf

Produção Associada: Rodrigo Castellar.

Produção: Paris Entretenimento

Distribuição: Paris Filmes

Coprodução: TX Filmes, Claro, Telecine

Apoio: Rio Filme

Fotos: Karyme França

Deixe um comentário
Cadernos
Institucional
Colunistas
andrea ladislau
Saúde Mental
Avatar photo
Exposição de Arte
Avatar photo
A Linguagem dos Afetos
Avatar photo
WorldEd School
Avatar photo
Sensações e Percepções
Marcelo Calone
The Boss of Boss
Avatar photo
Acidente de Trabalho
Avatar photo
Prosa & Verso