Luzmilla Luz em imagem do clipe “Sou Semente”, fotografada por Tawana Roig
CulturaDestaqueInternetMúsica

A mineira Luzmilla Luz exalta o feminino e a conexão com a terra no videoclipe de ‘Sou Semente’, que estreia dia 13 de maio

Intimamente ligada à terra, à ancestralidade, à força da mulher e à preservação da natureza, a cantora e compositora mineira Luzmilla Luz lançará no dia 13 de maio, ao meio-dia, em seu canal no YouTube, o primeiro videoclipe do EP “Sintrópica”: “Sou Semente”. O clipe tem direção, fotografia e roteiro e edição de Tawana Roig e traz uma construção estética que traduz em imagens, sem a intenção de estereotipar, os quatro arquétipos da deusa do Sagrado Feminino: a donzela, a mãe, a bruxa e a anciã, numa narrativa que dá ênfase à relação da artista com a natureza.

O videoclipe foi gravado no Sítio Semente, localizado em Brasília, uma das maiores referências em sistemas agroflorestais sintrópicos do mundo. Ainda este mês, no dia 20/5, Luzmilla lançará uma série de vídeos live, gravados na Gravadora Experimental do curso de Produção Fonográfica da FATEC da cidade de Tatuí, São Paulo, onde o EP foi gravado. No dia 27/5, sai o segundo clipe, “Brilha e Brilha”, e as ações de lançamento culminam com um show no Inhotim, dia 4/6, na Semana do Meio Ambiente.

Graduada em Artes Cênicas e mestre em Estética e Filosofia da Arte, Luzmilla Luz é a responsável pelas referências visuais do clipe, assinando a direção de arte ao lado da diretora Tawana Roig e de Julio Glatt.

“Procuramos trazer para as imagens essa experiência de vida, do meu caminhar com a terra, da ancestralidade, da espiritualidade nativa”, explica Luzmilla.

Cena do videoclipe “Sou Semente”, foto de Tawana Roig

O clipe também recria em imagens uma ação performática encenada durante um ano pela artista, em Minas Gerais, Chile e Peru.

“Fiz essa performance em 2014 com 260 metros de corda que saía de dentro de mim e eu ia amarrando em ambientes públicos, laçando as pessoas e terminava me enrolando naquela corda. No clipe, isso representa o início dessa conexão com a terra, que vai me atravessando e crescendo. Foi bem intenso esse ciclo de performance e muito significativo para mim levar isso para as imagens deste trabalho”, diz a artista, nascida e criada em Mariana.

Luzmilla Luz em imagem do clipe “Sou Semente”,  fotografada por Tawana Roig

“Sou Semente” é a faixa mais ecofeminista do trabalho. Cantada em espanhol e português, foi inspirada nas vivências da artista em “Retiros da Lua” realizados no Chile ao longo de oito anos consecutivos.

“O canto fala da relação de comunhão do feminino com a própria consciência da terra. Vamos entendendo, com o tempo, que cada uma de nós é um altar. Então, é uma música que envolve imanência, espiritualidade do corpo, é uma mensagem visceral, muito direta, uma oferta às minhas irmãs de caminhada e uma forma de compartilhar essa visão com o mundo”, diz Luzmilla, que tem como referências musicais o Clube da Esquina, Lia de Itamaracá, A Barca, além de artistas da nova geração como Luiza Lian, Céu e Anelis Assumpção, bem como música erudita, indiana, cânticos e mantras.

“Eu sentei nessa Terra // Eu vi a lua brilhar // A Terra me embalou e me contou // Eu era um altar” (Trecho de “Sou Semente”)

O EP “Sintrópica” tem produção musical de Gabriel Strozi, e já está disponível nas plataformas de música, com quatro cantos e um poema. Para Luzmilla, “Sintrópica” celebra as forças nutridoras da vida e é um chamado a sairmos do nosso exílio e retomarmos o nosso lugar, junto à terra.

SHOW DE LANÇAMENTO: O lançamento será comemorado com um show no Jardim de Todos os Sentidos, dentro do Instituto Inhotim – sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior museu a céu aberto do mundo. O show acontecerá no dia 4 de junho, às 15h30, e integra a programação da Semana do Meio Ambiente, marcando também a estreia nos palcos do trabalho autoral da cantora. A direção artística do espetáculo é do mineiro Jahi Amani, que também assina a direção de dois videoclipes da artista, “Oyá” e “Brilha e Brilha” (estreia 27 de maio). “É significativo ser uma artista nativa de Mariana, estreando em Brumadinho em plena comemoração da Semana do Meio Ambiente. Os desastres ocorridos em nossa região têm que ser lembrados”, diz a artista, que é militante ecofeminista.


SOBRE LUZMILLA LUZ: Luzmilla Luz é uma cantautora independente da Nova MPB que mescla ancestralidade e sofisticação num canto ligado à terra, à feminilidade e ao movimento agroecológico. Natural de Mariana (MG),  é graduada em Artes Cênicas, mestre em Estética e Filosofia da Arte e tem uma vida marcada pela vivência em diferentes lugares, tendo conhecido ou morado em diversas regiões do Brasil (Pará, Maranhão, Rio de Janeiro, Acre, Goiás e Minas Gerais); da América Latina (Peru, Chile, Bolívia e Mexico); e do mundo (Japão e Alemanha). Luzmilla tem 5 singles lançados, 4 videoclipes e produções de alta qualidade – conta com mais de 1500 ouvintes mensais, 60K+ plays no Spotify e 20k+ plays no Youtube. Luzmilla Luz já realizou pocket shows dentro da Mostra de Mulheres Compositoras – Minas da Voz, e em Belo Horizonte no Grande Teatro do SESC Palladium como atração artística do XII Prêmio Zumbi de Cultura.

FICHA TÉCNICA – VIDEOCLIPE:

SOU SEMENTE

Direção, fotografia, edição e roteiro: Tawana Roig

Assistente de fotografia: Julio Glatt e Renata Delgado

Direção de Arte: Luzmilla Luz, Tawana Roig e Julio Glatt

Still: Renata Delgado

Styling: Julia Astigarra, Luzmilla, Renata Delgado

Filmado no Sítio Semente, em Brasília, DF

FICHA TÉCNICA – MÚSICA:

Poema “Canto dos Povos”

Autoria e voz: Luzmilla Luz

Arranjo, Produção Musical e Mixagem: Gabriel Strozi

Masterização: Nando Costa

Gabriel Strozi: Metalofone

Canção: “Sou Semente”

Composição e voz: Luzmilla Luz

Arranjo e Produção Musical: Gabriel Strozi

Violão Nylon, Metalofone, Baixo, Maracás e Tambor de Mão: Gabriel Strozi

Pífanos: Luiz Goulart

Técnicos de Gravação: Thiago Buist, Danieu Victor, WillS e Gabriel Strozi

Mixagem: Gabriel Strozi

Masterização: Nando Costa

Gravado nos Estúdios da Fatec Tatuí (SP) e no Sítio Açafrão Canela (Mariana – MG)

FICHA TÉCNICA – SHOW:Músicos : Gabriel Strozi (guitarra e efeitos), Gegê Mendes (baterista), Lawanda Garcia  (violonista), João de Avelar (baixista) e Tiago Valentim (percussão) Figurinista e Cenógrafa: Silma Dornas de Abreu Mooren, Aldo Clécius (apoio) e Ludovicus Barbara Mooren (apoio cenário) 

Direção artística: Jahi Amani

Som e iluminação: Marabaia Sonorização, Juliano Bass e Carlos Alberto Neves

Produção Geral: Atylana Fernandes

SERVIÇO – SHOW:

Luzmilla Luz apresenta “Sintrópica” no Inhotim

Data: 4 de junho de 2022

Horário: 15h30

60 minutos. Livre.

Mais informações: https://www.inhotim.org.br/  

Siga a Luzmilla Luz nas redes sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/luzmillacanta/ 

YouTube: https://www.youtube.com/LuzmillaLuz 

Facebook: https://www.facebook.com/luzmillacanta 

TikTok: https://www.tiktok.com/@luzmillacanta 

Siga Luzmilla Luz nas plataformas:

Spotify: https://open.spotify.com/artist/2O4KaBlL1PQ8GYMxXAH0rT 

Deezer: https://www.deezer.com/en/artist/105234442  

You may also like

More in:Cultura

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.