DestaqueNegóciosNova Economia

5 dicas para praticar o “Eu mereço” sem ficar no vermelho

“Este mês trabalhei muito, vou comprar aquele relógio que tanto desejo”, “meu projeto foi um sucesso, vou comemorar pedindo uma comida no delivery”. Estes são alguns dos pensamentos que surgem após um dia difícil ou quando se conquista algo, afinal, “hoje eu mereço”. E isso não é necessariamente uma coisa ruim. Para Eduardo Prota, CEO da N26 Brasil, primeira fincare da América Latina, esta ideia de se auto presentear deve começar a ser vista com outros olhos. “Somos bombardeados com mensagens que nos fazem acreditar que, para cuidar do futuro, é preciso abrir mão de pequenos prazeres no presente. Nós achamos que o verdadeiro cuidado financeiro não é só sobre saber guardar, mas também sobre saber gastar e assumir as suas escolhas conscientemente”, pontua

Pensando nisso, confira a seguir cinco dicas para lembrar quando a vontade de se recompensar bater.

  • Planejamento financeiro se faz todo dia

Não adianta só colocar os gastos e entradas em uma planilha, né? Até porque ninguém aguenta seguir fielmente a planilha mais do que certo tempo. Saber quais são os ingressos e saídas da sua renda, contudo, pode ajudar você a entender como é sua rotina com dinheiro. Gastos fixos ou eventuais como delivery, roupas, etc fazem parte do nosso cotidiano. Por isso, o planejamento também deve fazer. Sem olhar para o quanto você já gastou ou quer gastar hoje ou nesta semana, não há como avançar. E, sem isso, você não prioriza, nem guarda, nem faz nada. Então pensa assim: é como cuidar da pele ou fazer uma caminhada, tem que praticar todo dia para dar resultado.

  • Quitar dívidas é também algo que você merece

O estresse financeiro é aquela sensação ruim relacionada ao dinheiro que faz muitas pessoas perderem o sono ou desenvolverem outros problemas de saúde física e mental. E, no Brasil, boa parte desse estresse vem das dívidas. Mas pessoas menos endividadas costumam encarar a vida (e a relação com o dinheiro) com mais prazer. Principalmente quando elas se livram da preocupação com os gastos mais caros, como o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito. Por isso, quitar dívidas deve entrar nas suas prioridades tanto quanto os gastos mais comuns. Pesquise suas opções e procure os produtos de crédito corretos para cada objetivo (incluindo pagar as contas) ou parcele o saldo de forma a encaixá-lo no orçamento de despesas. Pode ser um bom jeito de começar.

  • Dá para cortar gastos?

Na hora de tentar economizar, a primeira coisa que todo mundo pensa é em cortar os gastos e começar a enxugar despesas onde quer que seja. Mas ao ver que a conta de entrada e saída financeira está negativa, e que é a hora de escolher quais despesas cortar, você deve ter algo em mente. Cortar aquela despesa vai te fazer bem? Vai te dar ânimo para seguir cuidando do dinheiro e se planejando? Ou vai aumentar a sensação de que tudo está indo mal e, consequentemente, dificultar ainda mais a tomada de decisões? Saber priorizar gastos passa por se perguntar esse tipo de coisa – incluindo os do “eu mereço”.

  • Seu tempo vale muito

Já parou para pensar quanto tempo você leva para ganhar R$100? E para gasta esse valor? Saber quanto vale o seu tempo e suas horas de trabalho ajua a planejar os gatos medindo a quantidade de esforço que cada coisa vale. E existe um exercício bom para mensurar essa remuneração: pegue seu salário e o divida pelas horas trabalhadas no mês, considerando o expediente de cada dia, a quantidade de dias trabalhados na semana e as semanas no mês. Desta forma você vai descobrir o valor da sua hora.  E, assim, vai ficar mais fácil saber exatamente o que você merece na hora de se recompensar.

  • Existe um equilíbrio entre gastar e guardar 

No mundo ideal, todo mundo deveria  ter controle e liberdade sobre suas finanças, saber priorizar seus gastos de acordo com seus objetivos pessoais e financeiros e sempre estar protegido com uma reserva para possíveis imprevistos. Mas no mundo real isso é um pouco mais difícil. Então pense sempre em, pelo menos, tentar equilibrar tudo. Você merece gastar com o que quer e também guardar algum dinheiro se isso for te fazer bem (agora ou depois). Então tente equilibrar essas recompensas e lembrar que nem todas precisam ser dinheiro saindo da conta.

Sobre a N26 Brasil

Fundada em 2013 por Valentin Stalf e Maximilian Tayenthal, N26 é o primeiro banco digital do mundo e hoje já está presente em 24 países. Após sucesso absoluto na Europa, a empresa chega ao Brasil, para lançar a primeira fincare do país. Com mais de 70 funcionários, a fincare promete resolver uma grande dor do mercado local: a organização e planejamento financeiro com um produto totalmente customizado para os brasileiros.

You may also like

More in:Destaque

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.